Prefeitura e 35ª CRE promovem formação para utilização de computador interativo com lousa digital

656

Em mais uma parceria, entre Prefeitura e 35ª Coordenadoria Regional de Educação, foi promovido uma formação pedagógica para utilização do computador interativo com lousa digital. O encontro ocorreu na 35ª CRE e incluiu a participação dos professores das escolas municipais e estaduais. A programação abrangeu a instalação do computador interativo como lousa digital até a utilização de recursos como jogos em flash e objetos de aprendizagem.

O evento foi organizado desenvolvido pelos professores da SMEd Elaine Flores, Miriam Bonetti, Eliete Fraga e Marcelo Silva de Moraes. Na abertura do evento a coordenadora adjunta da CRE, Tania Carpes destacou a importância de usar os recursos tecnológicos disponíveis nas escolas.

A secretária de Educação, Maria Denise Lunardine do Amaral Cabral colaborou citando o escritor Moran (2001): “Podemos repensar a forma de ensinar e de aprender, colocando o professor como mediador, como organizador de processos mais abertos e colaborativos. Portanto, “educar é aprender a gerenciar um conjunto de informações e torná-las algo significativo para cada um de nós, isto é, o conhecimento”. Entende que a metodologia também deve ser considerada, não adianta novos equipamentos na escola e a metodologia utilizada ser tradicional. Por isso a importância do professor ser mediador nesse processo.

A coordenadora da 35ª CRE, professora Tania Almeida pensa que uma nova educação deve promover a inserção dos diversos recursos tecnológicos no currículo escolar. E as escolas têm diversos recursos tecnológicos para serem utilizados pelos professores como ferramentas pedagógicas.

O Prefeito Farelo Almeida destacou que os computadores interativos com lousa digital já fazem parte do cotidiano das escolas municipais, tendo em vista que a Prefeitura Municipal, através do Plano de Ações Articuladas – PAR fez aquisição de 81 computadores interativos neste ano e os distribuiu para escolas. E em 2014 todas as escolas municipais do campo receberam o equipamento.

Já as escolas estaduais vivem uma realidade um pouco diferente, cada uma possui pelo menos, 1 computador interativo, que pode ser utilizado da mesma forma pelos professores. Mas, possuem excelentes laboratórios de informática, além de tablets para os professores do Ensino Médio e ainda algumas dispõem de laboratório móvel.

Fonte: Decom/Prefeitura de São Borja