Uma Semente 

5

O que enxergamos quando vemos uma semente?

É possível ver as raízes?

Conseguimos visualizar o caule?

É perceptível os inúmeros galhos?

São visíveis as infindas folhas?

Logramos sentir a fragrância das flores?

Podemos colher os deliciosos frutos?

Não, quando observamos uma semente nada disso é visível.

Pois quando vemos uma semente ela é aparentemente inerte, impotente e sem utilidade.

No entanto, quando analisamos com mais carinho e perspicácia, mesmo antes de ser plantada, pela experiência da vida, somos compelidos a perceber que tudo o que não vemos, existe.

Mas como que existe? 

Existe em forma latente. Existe em forma potencial. Existe como uma energia capaz de virar árvores, arbustos, plantas, flores e frutos.

Similarmente, somos nós seres humanos.

Mesmo antes de nascermos, existimos em forma potencial no corpo de nossos pais e, quando o amor os une, um quase indescritível e fantástico processo se inicia e dá origem à um dos mais impressionantes fenômenos da natureza, que é o desenvolvimento do feto. 

Depois quando nascemos, apesar de sermos desejados e amados, somos apenas uma frágil, ignorante e dependente forma. 

Mas quando observamos aquela pequena forma, conseguimos visualizar o poeta, o cientista, o padeiro, o médico, o agricultor, o político, o barbeiro, o militar, o empresário, o mestre, o costureiro, o engenheiro, o terapeuta, o professor, a enfermeira, o artista e tantos outros profissionais, seja na sua manifestação masculina ou feminina?

Não! Apesar dos infindos sonhos e desejos que os pais e familiares tem com relação aos seus filhos. Naquela pequena forma não é evidente o que será aquele sublime serzinho.

Mas eventualmente, assim como a semente, se plantada no momento certo, cuidada com os ingredientes corretos, aguada na quantidade necessária e acompanhada durante o seu processo de desenvolvimento, a criança crescerá autoconfiante e corajosa para desabrochar a beleza de sua fragrância, para manifestar a plenitude de seus talentos e para cumprir com sua missão nesta breve passagem terrena, missão esta que é única e só pode ser manifestada por cada indivíduo, assim como somente a rosa pode ter a fragrância da rosa, a laranja o sabor da laranja e o ipê a frondosidade do ipê. 

Em outras palavras, assim como a semente, todos temos um infindo potencial que precisa ser plantado e cuidado para crescer, para florescer a para se manifestar.

E se você sabe qual é o seu, parabéns pois já encontraste sua missão, mas se ainda não o sabe, o que você está esperando para e para descobrir o significado de sua caminhada por este magnífico planeta de sementes, de desabrochares, de frutos, de flores e de fragrâncias.
 

Para citar este Pensamento:

Cargnin dos Santos, Tadany. Uma Semente