Ex Animo – N° 106

23

Algumas vezes estive muito perto,

Outras vezes, desesperadamente me perdi

Algumas vezes estive emocionalmente certo

Outras vezes, houve tanta confusão que, no final, não entendi

Algumas vezes o oráculo esteve abundantemente aberto

Outras vezes, os sentidos me falharam e, portanto, não mais ouvi

Algumas vezes o véu que revelava Tua essência esteve totalmente descoberto

Outras vezes, nuvens de dúvidas bloquearam a verdade e, por conseguinte, não mais Te vi

Algumas vezes, fostes um exuberante oásis no meu cálido deserto

Outras vezes, ignorante de estar em Teu jardim, impolidamente não Te percebi

No entanto, algumas vezes e outras vezes agora se uniram, isto é um divino asserto

Então, todas as vezes, sou consciente de que estás em mim, e de que sou uma manifestação de Ti.