O Preço Justo

50

Adoramos promoções e liquidações. Ficamos atraídos por anúncios de ofertas, produtos ou serviços grátis. Barato é um atributo importante nas nossas decisões de compra. Mas será que essa é a melhor estratégia? Como evolui uma economia em que o principal fator levado em conta pelo consumidor é o preço baixo?

O preço é a expressão final do custo de produção, distribuição e comercialização de um produto ou serviço. É, ou deveria ser, a comunicação de quanto vale aquele item. E quanto vale um item depende tanto do material de que ele é feito, quanto da forma como ele é produzido e comercializado, e da percepção de valor que o consumidor tem desse produto ou serviço. Preço inclui a matéria prima, o serviço das pessoas que produzem, o investimento em tecnologia, o processo de criação, o conhecimento agregado e o tempo de estudo e preparação antes de efetivamente produzir o bem ou prestar o serviço.

Ninguém quer pagar mais se pode pagar menos. Mas vale refletir: uma empresa responsável precisa pagar corretamente seus colaboradores, ter cuidado com o impacto de sua atividade no ambiente e na comunidade, precisa pagar impostos, ter um espaço físico seguro para produzir e vender, precisa saber a procedência de seus produtos e transporta-los adequadamente. As exigências e necessidades variam conforme o ramo de atividade, mas todos esses aspectos estão embutidos no preço final de um item.

Então, como consumidores, temos que pensar sobre que tipo de comportamento empresarial estamos incentivando. O preço que pagamos por um produto ou serviço envia uma mensagem para os fabricantes e vendedores, ele diz o que valorizamos e exigimos. Ao priorizarmos unicamente o preço baixo, podemos estar sendo coniventes com práticas desleais ou ilícitas, com exploração de mão de obra ou degradação do meio ambiente. A consciência sobre a nossa responsabilidade como consumidores é fundamental para transformar positivamente a realidade. Para mudarmos o mundo, podemos começar mudando a forma como consumimos.

Tatiana François Motta. Economista e empresária.