A Energia Sexual

12

A energia sexual humana é muito forte. Ela é uma das vertentes mais intensas que existe no âmago de cada ser. E, por ser intrínseca ao indivíduo, ela clama por ser manifestada.

No entanto, o pensamento predominante em muitas sociedades ignora, vilipendia ou marginaliza este importante aspecto da natureza individual e, como consequência, as crianças e os adolescentes não obtém uma lúcida, objetiva e natural educação sobre suas próprias sexualidades, sobre o que significa ser menino, o que é ser menina. Sobre as emotivas sensações que saltam de seus corpos no meio da adolescência. O que é isto?. Porque sinto isto?. O que fazer com toda essa energia?. Será que os outros meninos, ou meninas, também sentem o que estou sentindo?. E uma miríade de outros questionamentos que saltitam em suas cognições.

Então, quando esta revolução acontece, com frequência os pais e as escolas não têm espaço para esclarecer estes assuntos, ou não tem respostas para estas perguntas, ou seus antiquados tabus, assim como seus próprios traumas e ignorâncias sobre o assunto, os inibem de falar sobre este tópico, frequentemente ignorando ou postergando as respostas.

E assim, lá no meio de uma intensa tempestade emocional e hormonal, fica uma criança perdida e confusa sobre sua própria natureza e, consequentemente, ela caminha sozinha e cega na escura e desconhecida floresta do mágico ciclo do nascimento de sua vívida sexualidade. Da morte da criança para o nascimento de um novo ser. Do interessante degrau que abandona a puerilidade e ascende ao nível de potencialidade, de individualidade e de afabilidade.

Assim sendo, é primordial ensinar às crianças e aos adolescentes sobre a naturalidade do seu corpo, sobre o nascimento, a intensidade e os objetivos das novas forças que brotam de suas essências. Além disso, é crucial, lúcido e amoroso ensinar às crianças e aos adolescentes que seus genitais são tão importantes, belos e naturais como os olhos, a boca e o coração, pois o corpo é uma fantástica estrutura onde cada órgão possua sua única e relevante função que é de suma importância na integralidade e harmonia do funcionamento de toda a estrutura corpórea.

Que a energia sexual é tão natural e importante quanto a energia física, a energia emocional e a psíquica e, que no âmago de suas convergências energéticas, a energia espiritual os abraça com carinho, com ardor e com profundas revelações.

Assim sendo, se o desejo humano é uma educação holística, íntegra e objetiva, é necessário que a sexualidade, esta íntima, maravilhosa e transformadora força que existe em nossas essências, deve ser clara e coerentemente compartilhada com nossas crianças, nossos adolescentes e, em muitos casos, com jovens e adultos para evitarmos a formação de pessoas confusas, pervertidas, ignorantes ou frígidas e, ao elucidar tão relevantes dúvidas existências, abrir as portas para o florescer de seres humanos que entendem suas naturezas, se auto aceitam, se auto respeitam e que alocam suas energias de uma maneira natural, transformadora e sábia.

Finalmente, muito embora óbvio, é relevante lembrar que a energia sexual é a gênesis de nossa humana existência, portanto, bela, sublime e divina por essência.