A História e as Experiências

221

A história é um elaborado compêndio cujo objetivo é demonstrar a fragilidade, a inocência e a inexperiência humana. Ela também é uma tediosa narrativa demonstradora de que erros passados não necessariamente geram êxitos presentes. Isto é, a história ratifica o fato de que a experiência é frequentemente fugaz e ignorante. De que além dos meros instintos de sobrevivência e senso comum, a experiência pouco agrega à evolução humana, pois senão não estaríamos repetindo barbáricos e atrozes atos que aconteceram a milênios, séculos ou décadas passadas. No entanto, baseado na hipótese de que a história descreve cíclicos e perpetuantes erros, ela brinda ao ser humano a fantástica possibilidade de inferir sobre futuros acontecimentos com uma grande margem de certeza e previsibilidade, mesmo que todos eles sejam um inocente vaticínio de pretéritos desacertos humanos, historicamente peregrinados e compilados, atualmente repisados. (Tadany – 04 02 12)