Um pré destinado a brilhar na arte

35

Fábio Prado ilustre conterrâneo se preparando para uma visita a sua terra natal. Pintor de categoria internacional e com obras exportadas para vários países do mundo e que prazerosamente retratou o colunista num poético óleo sobre tela, estuda textos, história, croquis e esboços aprimorando técnica para expressar seu trabalho cada vez mais recatado. Recentemente expôs em Bento Gonçalves na Fundação Casa das Artes com o título Azul/Blue foi um sucesso com todas as obras comercializadas. Fábio aos doze anos já se destacava na arte, na gestão do prefeito Juca, fez uma maquete da Usina de Lixo para exposição no Pindorama, que inclusive foi admiradíssima pelo arquiteto Gerson Vigna. E também em suas lembranças Magda Bica, Elizabeth Bolzan, Sônia Quinton e Tânia Almeida. Ele é sobrinho do empresário Gilberto Prado.