Secretaria Municipal da Saúde intensifica ações de prevenção à febre amarela

69
Fonte: Departamento de Comunicação Prefeitura de São Borja

O período sazonal da febre amarela no Brasil vai de dezembro a maio. No entanto, nestas últimas semanas, a Secretaria da Saúde de São Borja identificou a necessidade de antecipar as ações de prevenção que seriam feitas nesse período, devido à preocupação com o maior risco da ocorrência de casos de febre amarela humana nas áreas rurais.

A realização da estratégia de vacinação divulgada pelo Ministério da Saúde, tem como objetivo elevar as coberturas vacinais dos municípios que tenham área rural em seu território.

Em São Borja, após capacitação dos agentes comunitários do Interior do município, começaram as visitas aos domicílios nas zonas rurais. Nas visitas é verificado se cada morador está vacinado contra a febre amarela e caso não esteja são adotados os procedimentos cabíveis. Todas as pessoas que encontram-se na idade para realizar esta vacina devem ser imediatamente encaminhadas para o ESF mais próximo da sua residência.

O Brasil, desde 2017, passa pelo maior surto de febre amarela de sua história. No período sazonal de 2017/2018, foram confirmados 1.376 casos da doença, com 483 óbitos. Em 2019, até o dia 19/05, foram confirmados 81 casos, com 14 óbitos, sendo um deles registrados no estado de Santa Catarina.

Diante deste cenário, várias medidas estão sendo adotadas pela Secretaria Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul, como o reforço das ações de vigilância de epizootias e de vigilância epidemiológica/imunizações, e a ampliação da área com recomendação de vacinação para todo o território do estado.