Prossegue apreensão de cavalos soltos nas ruas

26
Fonte: Departamento de Comunicação Prefeitura de São Borja

Com base no que preconiza a legislação municipal, a Prefeitura de São Borja prossegue com as operações de apreensão de animais de grande porte encontrados soltos pelas ruas e outros locais proibidos na cidade. O recolhimento envolve principalmente equinos.

Essa iniciativa está sendo coordenada por equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Serviços Urbanos, Segurança e Trânsito. Quando os proprietários não se interessam em reaver seus animais, os mesmos são doados pela Administração Municipal, sendo que até agora ocorreram sete doações. Essas doações também são previstas em lei e são feitas à Comunidade Terapêutica Chico Xavier.

O secretário responsável pela pasta, Edson Damião Ribas, ressalta que as ações em curso não são simplesmente visando apreensões ou geração de multa. “O que estamos fazendo, com base em vários dispositivos de leis municipais em vigor, visa, principalmente, que em especial cavalos não permaneçam soltos, abandonados, em locais proibidos, comprometendo o trânsito e acarretando em sérios riscos de acidentes, como já ocorreram”, justifica.

À medida que os equinos são localizados em locais impróprios, são recolhidos a um piquete da Prefeitura. Nesse local permanecem por até 15 dias, aguardando que sejam reclamados pelos
proprietários. Para a retirada dos animais, é preciso comprovar propriedade e pagar a multa pela infração, os dias de estadia e recolhimento no piquete.

Desde o dia 15 de julho, quatro equinos encontrados soltos nas ruas estão recolhidos ao piquete da Prefeitura.