São Borja reitera solicitação para o IPHAN sobre tombamento das imagens do Museu Missioneiro

15

A Secretária Municipal de Cultura, Vânia Alves Cardoso, juntamente com demais representantes do Conselho Municipal de Turismo de São Borja formalizou novamente pedido ao IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) para que reavalie e reconsidere o indeferimento relativo ao tombamento das estátuas jesuítico-missioneiras mantidas na cidade como patrimônio cultural. A reivindicação foi apresentada na última semana em evento em São Miguel das Missões, ao Diretor do Centro de Arqueologia do IPHAN/ em Brasília, Herbert Moura.

Além da Secretária, o Conselho também esteve representado pelo diretor de Cultura e Turismo da pasta, Odierly Mattos, e pelo professor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), Erik Maciel. O grupo entregou a solicitação ao diretor do instituto, com exposição de motivos redigida pela professora Eliane Coelho, também integrante do Conselho de Cultura e docente no campi local do Instituto Federal Farroupilha (IFFar). Entre os argumentos, o pedido de reconsideração chama a atenção para a relevância artístico-cultural das imagens missioneiras e ainda para o fato de São Borja ser o Primeiro dos Sete Povos das Missões.

Na ocasião, os representantes do Conselho de Turismo de São Borja também participaram de um Workshop promovido pela Associação dos Municípios das Missões (AMM), sobre turismo missioneiro.

A Secretária Vânia comenta sobre a importância desse encontro regional que debateu a implantação do Parque Histórico Nacional das Missões. “Nossa intenção era a entrega do documento, mas tivemos a oportunidade de aprender mais sobre turismo missioneiro, debatendo e definindo estratégias em relação ao assunto com prefeitos, vices, secretários municipais, vereadores e lideranças estaduais e federais. Para nós que trabalhamos diariamente com o desenvolvimento do turismo missioneiro na nossa cidade foi um evento muito interessante e produtivo”, afirmou.

Texto e foto: DECOM PMSB