Famílias recebem cestas básicas da campanha São Borja Solidária

46
Fonte: Departamento de Comunicação Prefeitura de São Borja

Assim como em relação à saúde pública, os auxílios materiais figuram como uma das prioridades do Comitê de Gestão de Crise ao Coronavírus em São Borja. Com a suspensão da maioria das atividades de geração de renda, são centenas de famílias sem trabalhar e cada vez chances menores de subsistência. Em vista disso, desde o dia 08 de abril está em desenvolvimento a campanha São Borja Solidária, de recolhimento de gêneros alimentícios e produtos de higiene pessoal.

A Prefeitura, que tem a coordenação geral da iniciativa, informa que na primeira etapa da campanha, até o último sábado, mais de 25 toneladas de insumos foram arrecadas. Um Banco de Alimentos foi montado na Delegacia da Polícia Federal onde mais de 800 cestas básicas foram confeccionadas para distribuição.

A entrega será feita através dos CRAS (Centros de Referência em Assistência Social). A prioridade é de famílias diretamente atingidas pela Covid-19, que estejam sem trabalhar, privadas de geração de renda.

Ao mesmo tempo, a Secretaria Municipal de Educação avalia nas escolas alunos e famílias em situação mais vulneráveis. O objetivo é o repasse de auxílios, usando insumos do Banco de Alimentos.

Para os próximos dias é prevista a retomada da campanha São Borja Solidária. A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Carla Renata Santos, explica que a próxima ação será no sentido de arrecadar, prioritariamente, itens específicos como feijão, óleo de cozinha e açúcar. Gêneros como arroz, macarrão e farinha tiveram boas quantias doadas.