32% dos eleitores ainda não fizeram biometria em São Borja

48
Fonte: DECOM/ Prefeitura de São Borja

Mesmo que o prazo estabelecido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) se encerre em 11 de março, São Borja ainda tem 32% dos mais de 48 mil eleitores que não realizaram o cadastramento biométrico. Dos 22 municípios que, na atual fase, têm de fazer a identificação digital, em vários deles o processo está bastante atrasado. Além de São Borja, Itaqui, Rosário do Sul, Santo Ângelo, São Gabriel, Camaquã, Capão da Canoa e Esteio são municípios onde cerca de um terço do eleitorado não realizou a biometria.

O procedimento é rápido e fácil. Basta que o eleitor compareça ao Cartório Eleitoral, levando seu título atual, um documento com foto recente e um comprovante de residência. Para a biometria, são registradas nova foto, assinatura e as impressões digitais. O cartório está localizado na Rua General Marques, em frente ao Parcão (o Parque General Vargas).

A secretária Ariane Matter Donato informa que o Cartório Eleitoral não mudará sua rotina de atendimentos, apesar do final do prazo da biometria. Já foram feitas várias descentralizações de atendimento, inclusive na Prefeitura, mas agora a identificação biométrica será apenas no Cartório Eleitoral. Até a Quarta-Feira de Cinzas serão diferenciados os horários de atendimento. De segunda à quinta-feira o expediente é das 13 às 19 horas e nas sextas, das 9 às 15 horas. Depois do Carnaval, o funcionamento volta à normalidade – das 12 às 19 horas.

Além de não poder votar e ter o título cancelado, o eleitor terá uma série de outros prejuízos se não realizar a identificação biométrica. Entre os prejuízos, o cidadão não poderá participar de concurso público e, sendo servidor público, não recebe salário. A pessoa também não poderá obter passaporte, carteira de identidade, e ainda conseguir empréstimos, entre outras restrições.

No Rio Grande do Sul, o cadastramento biométrico começou em 2015 e já foi realizado em 454 cidades. O TRE-RS considera satisfatória a operação, quando pelo menos 80% do eleitorado faz a identificação digital. Na atual convocação do Tribunal Regional Eleitoral, Dom Pedrito, São Gabriel, Santiago e Bento Gonçalves estão entre os municípios com a biometria mais adiantada.