Secretaria de Cultura e Turismo desenvolve vários projetos

15

A Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (SMCTEL) anuncia a implementação de novos projetos ou o incremento de ações já em andamento. Um dos projetos é a Geladeira Cultural de leitura. Outra iniciativa é a expansão do projeto Flauta Missioneira, que ensina música a crianças e adolescentes. Uma terceira ação diz respeito à aplicação prática do projeto de Cicloturismo.

O projeto Geladeira Cultural é uma contribuição de Rosângela Luchese e outros apoiadores. Foram doadas três geladeiras usadas, que foram preparadas e pintadas por funcionários da secretaria para que recebam livros. As geladeiras serão colocadas no Parque Esportivo General Vargas, o Parcão, e na Praça Assis Brasil, no bairro do Passo. Os livros a serem colocados à disposição também já estão selecionados.

A iniciativa vai disponibilizar gratuitamente as obras, permitindo que as pessoas façam as escolhas e as retiradas para a leitura. Depois, têm que fazer a devolução. O prefeito Eduardo Bonotto acha a proposta “um grande estímulo à leitura, ao conhecimento e ao entretenimento, portanto um projeto que tem tudo para dar certo.”

Já o ‘Flauta Missioneira, já ministra aulas de flauta doce a crianças e adolescentes no Memorial João Goulart. As aulas têm coordenação do professor Cecílio Guimarães. A meta, agora, é ampliar a ação para crianças e adolescentes da área ribeirinha correspondente ao Cais do Porto e às vilas Porto do Angico, Da Praia, Santa Rosa, Mário Weiss, Arneldo Matter e Arno Andres. A SMCTEL tem parceria, neste caso, com o Iate Clube Bernardino Ferreira.

Como já ocorre no memorial João Goulart, no novo projeto de iniciação à música, os jovens participantes receberão gratuitamente as flautas a serem utilizadas. “Entendemos que se trata de uma das melhores formas de trabalhar a sensibilidade musical e para outras formas de arte”, avalia a secretária de Cultura, Vânia Alves Cardoso. Para participar das aulas de música, uma condição é estar frequentando o ensino regular no turno inverso.

A expectativa é também que a partir de novembro comece a ser desenvolvido na prática o projeto de Cicloturismo. Trata-se de uma ação coordenada pela Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer em parceria com grupos de ciclistas existentes na cidade. “A intenção é que a turma do pedal passeie e conheça melhor as nossas regiões de apelos turísticos, e de uma forma saudável e prazerosa”, diz o prefeito Bonotto.

A secretária Vânia observa que a sua pasta e os grupos de ciclistas estão demarcando e sinalizando os roteiros turísticos no município. O primeiro deles leva até a região de Bororé, na divisa com Maçambará, num circuito que se encerra na chamada Estrada dos Trilhos em São Borja. Vários outros roteiros estão sendo definidos no interior do município, com percursos compatíveis e seguros.

 

Texto e foto: DECOM PMSB