Prefeito decreta Calamidade Pública em São Borja

1604

O Prefeito Eduardo Bonotto em reunião com as forças de segurança pública, Hospital Ivan Goulart, Secretarias Municipais e Câmara de Vereadores, com a finalidade de tomar medidas para evitar a proliferação do CORONAVÍRUS na cidade, decretou Calamidade Pública no Município. O projeto já foi encaminhando para a Câmara de vereadores e a expectativa é de que no final da tarde de hoje já possa ser publicado e começará a valer.

De acordo com o texto, fica determinado o fechamento dos estabelecimentos comerciais da cidade de São Borja. Poderão manter o funcionamento as farmácias, clínicas de atendimentos na saúde, supermercados, e outros serviços essenciais. Restaurantes, bares, padarias e similares, poderão funcionar até às 18 horas.

Os postos de combustíveis poderão funcionar, desde que não seja comercializado bebidas alcoólicas. Instituições bancárias, lotéricas e a imprensa estão liberados para funcionamento, tendo em vista a natureza dos serviços prestados.

Os estabelecimentos que poderão permanecer abertos terão regramentos especiais que estarão especificados no Decreto. Outra questão tratada é que serão cancelados todo e qualquer evento em local fechado, independentemente de sua característica.

Os velórios terão regramentos especiais. A partir de agora haverá a determinação de cancelamento de missas, cultos, e grupos de rezas de todas as denominações religiosas, até então havia apenas a orientação do cancelamento.

O transporte público também terá alteração de funcionamento. As pessoas que fazem parte do grupo de risco ficarão proibidas de circular, com exceção em casos de emergência. O inteiro teor do Decreto será divulgado em breve.

Clique e confira – Decreto-18.394

Fonte:www.radioculturaam1260.com.br