Em andamento mais uma edição do LIRA, para controlar o Aedes

9

A semana em curso é de realização em São Borja de mais uma edição do LIRA (Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti). Trata-se de uma ação de iniciativa do Ministério da Saúde, para avaliação, por amostragem, da incidência do mosquito. É realizada quatro vezes por ano no País. A que está em andamento é a segunda. O objetivo é prevenir doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Em São Borja, o LIRA ocorre de 10 a 14 de maio, sob coordenação da Secretaria Municipal da Saúde (SMS). O Serviço de Vigilância em Saúde, ligado à secretaria, mobiliza toda a equipe dos agentes de combate a endemias, com apoio da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde. A previsão é que na próxima semana sejam divulgados os números do levantamento. O primeiro LIRA do ano indicou médio risco na cidade.

Existe expectativa em torno dos reflexos das ocorrências de chuva nos últimos meses. Regiões próximas no Rio Grande do Sul e na fronteira argentina registram casos de dengue. Outro registro relevante, recente, é a incidência da febre chikungunya.

Em São Borja as vistorias são realizadas em 50% das áreas menores normalmente monitoradas. É o caso das vilas Umbu e Nhu-Porã e do bairro do Passo. Já nos bairros Pirahy e do Passo, mais a região Centro-Sul da cidade, a coleta de materiais é em 20% dos locais. Os pontos de coleta são definidos por sorteio.

Fonte e foto: PMSB