Atenção: mudança nos grupos prioritários da 3ª fase da campanha de vacinação contra a Gripe H1N1

509
Fonte: Departamento de Comunicação Prefeitura de São Borja

O Ministério da Saúde decidiu que a 3ª fase da campanha de vacinação contra a Gripe H1N1 terá uma pequena alteração em relação aos grupos prioritários. Com isso, a partir de agora, de 09 a 17 de maio, serão vacinadas as crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, as pessoas com deficiência, as gestantes e as puérperas (até 45 dias após o parto). Já o grupo dos professores das escolas públicas e privadas, bem como dos adultos de 55 a 59 anos de idade, foi transferido para a data de 18 de maio a 06 de junho.

O Ministério afirma que a decisão foi adotada com respaldo de bases técnicas, científicas e logísticas, além de evidências epidemiológicas, eficácia e segurança do produto e garantia de sustentabilidade da estratégia de vacinação. Dessa forma, garante que a adequação foi necessária por considerar a disponibilidade e cronograma de entrega das vacinas pelo Instituto Butantan, bem como a distribuição da vacina aos estados.

Atualmente a campanha encontra-se em sua 2ª fase, onde estão sendo imunizados, até 08 de maio, os profissionais das forças de segurança e salvamento, como bombeiros, policiais civis, Brigada Militar e militares do Exército, portadores de doenças crônicas com apresentação de receita médica, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade, além dos caminheiros e os motoristas de transporte coletivo com apresentação da carteira de motorista com a categoria C, D ou E.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, a meta é vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário, sendo que em São Borja a meta vem sendo atingida com êxito. Todas as pessoas que têm direito estão sendo imunizadas, conforme chegam no município os lotes da vacina. Além disso, todas as medidas para evitar aglomerações e tumultos estão sendo adotadas, a fim de garantir maior tranquilidade e segurança aos pacientes.

Para receber a vacina, as pessoas dos grupos prioritários devem procurar qualquer uma das ESFs (Estratégias de Saúde da Família), das 07h30min às 13h30min e das 13h às 17h, ou a Central de Vacinas no antigo Hospital São Francisco, das 07h às 12h e das 13h às 16h. O Dia D de vacinação está programado para 09 de maio.

Embora a vacina não imunize contra o Coronavírus, em 2020 a campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada em todo o país como medida protetiva. Isso porque protege contra a influenza, além de minimizar os impactos sobre os serviços de saúde, auxiliando na exclusão de diagnósticos em virtude da nova doença, já que os sintomas da influenza são semelhantes ao da Covid-19 e essa antecipação visa diminuir a carga de circulação da influenza na população, bem como suas complicações e óbitos, especialmente nos indivíduos que apresentam condições de risco. A vacina protege contra os vírus influenza A (H1N1), pdm09, A (H3N2) e influenza B.