Moradores do Condomínio Maria Cristina foram contemplados com Projeto Social no valor de R$ 231 mil

1146

A Prefeitura foi contemplada com um projeto social para os moradores do Condomínio Maria Cristina, recebendo R$ 231 mil da Caixa Econômica Federal destinado aos beneficiários do Minha Casa Minha Vida. Trata-se de um projeto elaborado pela Secretaria de Trabalho, Habitação, Assistência Social e Cidadania recebendo a aprovação do Governo Federal. Nesta segunda-feira (28/09), às 18 horas, o prefeito Farelo Almeida assinou a ordem de serviço que autoriza a empresa Evidência, Gestão e Treinamento, de Carazinho, a executar o trabalho.

A equipe técnica explica que para o projeto ser contemplado, foi cumprindo todas exigências solicitadas pela Caixa Econômica Federal. A secretária da pasta Maria Ilda Ribeiro destacou que a aprovação é uma vitória para São Borja e principalmente aos moradores do Maria Cristina. O Projeto terá a duração de seis meses, tendo a fiscalização da Prefeitura. O recurso é apenas para ações sociais e não para reformas no prédio ou construções. Com a verba será possível oferecer cursos profissionalizantes, oficinas, palestras, assessoria e acompanhamento de profissionais como psicólogo, assistente social e consultor jurídico e principalmente para aquisição de materiais.

Para execução do Projeto Social, o Município realizou uma licitação. A empresa receberá parceladamente, conforme cronograma e conclusão das etapas. Durante os seis meses a empresa terá que disponibilizar um assistente social e um psicólogo, que ficarão a disposição dos moradores de segunda a sexta-feira, totalizando a carga horária de 30 horas semanais.

O projeto prevê ações sustentáveis como disponibilizar oficinas voltadas a cuidar do meio ambiente como separação de lixo e utilização de material reciclável. Também do valor total ainda devem ser investidos R$ 37.500,00 (trinta e sete mil e quinhentos Reais) em equipamentos, que serão comunitários como; livros, televisão, materiais de informática, geladeira e outros.

A Secretaria de Assistência Social fez um questionário para ouvir os moradores do sobre quais cursos profissionalizantes pretendiam cursar. A maioria escolheu os cursos de pedreiro, embelezamento e informática básica. Os três serão oferecidos gratuitamente pelo projeto social. Esses cursos serão executados através da contratação do Senac e Senai no quarto e quinto mês do projeto, em que os alunos receberão transporte para estudar e lanche.

Após o término do projeto, a maioria das ações terá continuidade através do CRAS do Boa Vista, que acompanharão como está sendo executadas as atividades.

No ato de assinatura, a presidente do Residencial Maria Cristina, Giselda Fialho agradeceu a Administração pelos serviços que serão disponibilizados para a comunidade e pediu a participação de todos. O presidente da Câmara de Vereadores, Valério Cassafuz destacou que o projeto vai propiciar o estreitamento dos laços entre todos moradores e promoverá capacitação e geração de renda. O prefeito Farelo Almeida ressaltou que sente-se feliz por poder beneficiar os moradores do Residencial que terá o investimento de R$231 mil reais. Solicitou que todos aproveitem ao máximo os serviços que serão oferecidos pelo projeto.

Participaram do ato também, a representante da empresa Evidência Ana Cristina da Silva, os vereadores Marcelo Robalo e Eldomir Marchezan, secretários municipais, servidores da Prefeitura e comunidade.

Fonte: Decom/Prefeitura de São Borja