Três Perguntas

151
Foto: Arquivo pessoal

Figura notável e das mais brilhantes a Promotora de Justiça Dinamarcia Maciel de Oliveira, ilustra com seu conhecimento nossa coluna. Há 23 anos atuando nessa área pontua sua caminhada com um rico currículo de trabalho prestados através da justiça a comunidade gaúcha.

Deco – Como é a rotina de uma Promotora de Justiça?

Dinamarcia – A rotina do serviço como Agente do Ministério Público exige muita dedicação profissional e, também, recomenda atitudes de maior cuidado com a vida pessoal. É um dia-a-dia onde se precisa manter perene atualização nos estudos (nossa legislação tem sofrido constantes alterações nos últimos anos), atenção às centenas de processos sob nossa responsabilidade, habilidade para coordenar a equipe de servidores/colaboradores, orientar estagiários e, ainda, atuar de modo efetivo e resolutivo nas audiências e plenários.

Deco – Se identifica com a área criminal?

Dinamarcia – A atuação do Ministério Público na área penal foi desde o início a que mais me cativou no desempenho das funções como Promotora de Justiça. É uma grande responsabilidade representar a sociedade/Estado nas demandas criminais e uma tarefa que encontra desafios diários sensíveis, como o crescimento e diversificação do crime organizado.

Deco – E São Borja na sua vida?

Dinamarcia – Conheci São Borja em 1995, quando ainda estava na faculdade, e a cidade me cativou a tal ponto que assim que houve a oportunidade de vir trabalhar aqui, como Promotora de Justiça, não pensei duas vezes. Cheguei em São Borja em julho de 2001 e, entre idas e vindas, com movimentações para outras Comarcas decorrentes de questões familiares, considero-me parte desta hospitaleira comunidade, onde trabalho com grata satisfação.