São-borjense de brilho

877

Quem andou circulando por aqui foi mais um são-borjense de grande brilho e talento no país.
Paulo Leivas é uma das reconhecidas sumidades quando o assunto é Direitos Humanos, devidamente globalizado e reconhecido por suas elucidativas abordagens sobre o tema.

Saiu de São Borja em 1979 e em entrevista ao colunista disse que seu processo de politização iniciou quando foi levado ao velório de João Goulart na Igreja Matriz. Sua atuação nessa área teve inclusive reconhecimento da UNESCO com o tombamento internacional de um processo onde versa sobre os direitos das minorias.

Paulo é procurador da Repúblicafilho de Diva e Paulo Leivas hoje radicados em Porto Alegre.
Para um expressivo público na Câmara falou com propriedade de quem entende do assunto “Direitos Humanos”.