A PÍLULA LILÁS 2

754

Croniqueta quando eu estava convalescendo na clínica, 2013.

Hoje saí na minha cadeira de rodas vermelho-Ferrari por volta das 15h e encontrei o portão aberto e resolvi ver o que acontecia lá fora.

Sorrateiro, me esgueirei até a calçada e alinhei meu veículo em alta velocidade, até chegar na Berlin e descer pra Farrapos, mas uma enfermeira com um rifle de dardo sonífero, me abateu em plena carreira!

O dardo acertou a omoplata e me descontrolei, quase virando minha cadeira turbinada.
Acordei há pouco, com o Aécio Neves me dando boa noite e Pedro de Lara pulando com um chocalho ao redor da cama! Meu cérebro capricha numa alucinação.

Me recordo da Luiza Erundina me enfiando pílulas goela abaixo e o Juca Chaves me explicando o que é sociologia: Imaginem, na Segunda Guerra, uma trincheira com americanos de um lado, e do outro uma trincheira com japoneses. Tensos, há dias naquele impasse, de vez em quando uns tiros.

Lá pelas tantas um americano grita: “Esse Hiroito é um canalha filhadaputa que não tem o que fazer além de nos complicar a vida!”. Os japas, ofendidos e, em nome do Imperador, saltam, furiosos da trincheira e são metralhados pelos americanos, aos montes. Se dando conta do impulso burro que tiveram, os japas resolvem usar o mesmo estratagema, e gritam: “Roosevelt é um cachorro sarnento filho de uma cadela desgraçada!”. Em seguida ouvem, da trincheira americana, alguém gritar: “É verdade! Senão não estaríamos aqui!”. Isso é Sociologia!

Essa pílula lilás combinada com o dardo está me deixando mais pirado!
Agora melhor, via o trailer do novo Robocop, dirigido pelo José Padilha, Tropa de Elite. Está muito bom, cara! Daqui a pouco é Dia das Mães, minha mãe está lá em São Borja, chove muito agora.

Tenho que agradecer-lhe por ter me escolhido pra ser seu filho; ela me comprou numa liquidação em Paso de Los Libres, em 1959, eu era um dos modelos com defeito que estava na liquidação.

Era meio esquisitinho, mas não tinha pé chato e já vinha com dois dentes e acessórios opcionais como óculos e uma chupeta de bexiga de ovelha.

Essa chupeta me acompanhou até os 9 anos, quando fiz um curso de cinco dias pra deixar a chupeta, com adesivos pelo corpo e chicletes especiais.

Hoje em dia as caixas de chupeta vem com fotos dos malefícios de chupar bico e advertância do Ministério da Saúde. Ainda bem. Depois eu retorno, tenho que escovar o dente. É, o dente, mesmo, só tenho um único e garboso molar.