Grupos prioritários continuam não se vacinando em São Borja

6
Fonte: Departamento de Comunicação Prefeitura de São Borja

Secretaria Municipal de Saúde em São Borja divulgou novo balanço, na terça-feira (09/06), indicando que, até agora, na atual Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, 26.278 doses foram aplicadas em São Borja. Ainda existem mais de cinco mil doses à disposição no município. O que mais chama a atenção, segundo a coordenadora da Central de Vacinas, Caren Vidal, é que alguns grupos prioritários, como das crianças, gestantes e puérperas, permanecem longe de atingir à meta de 90%, estabelecida pelo Ministério da Saúde.
Em relação às crianças de seis meses a seis anos, a cobertura vacinal é, por enquanto, pouco superior a 61%. Em relação às gestantes, o índice é ainda menor – 46%. Já as puérperas (mulheres que deram à luz há até 45 dias) são 63% vacinadas. Outro grupo que ainda não atingiu à meta é dos adultos de 50 a 59 anos, que está com 62% do total previsto.

A campanha, iniciada em 23 de março, foi prorrogada até 30 de junho. Mesmo que ainda haja tempo, a recomendação é no sentido de que os grupos em falta procurem logo um local de aplicação da vacina. Os locais são todas as ESFs (Estratégias de Saúde da Família) e a Central de Vacinas (antigo Hospital São Francisco). Eles funcionam nos turnos da manhã e da tarde.

Para todos os segmentos abrangidos pela campanha deste ano as doses de prevenção à Influenza, vírus H1N1, mesmo já tendo alçado a meta dos 90%. A maior procura foi dos idosos acima dos 60 anos, com imunização, até aqui, de 122% em relação à projeção inicial. Em relação aos trabalhadores em saúde o índice chega a 97%.

Quanto aos funcionários do sistema prisional, 47 foram vacinados. Já pessoas privadas de liberdade foram 325. Outras 1.278 doses foram aplicadas a policiais nas diversas áreas de atuação e integrantes das Forças Armadas. Em São Borja também já foram vacinados 627 professores.

O grupo dos doentes crônicos somar 6.727 vacinados. Pessoas com deficiência são 82. O relatório divulgado também informa que outras 1.531 doses de vacinas foram aplicadas a caminhoneiros e trabalhadores no transporte coletivo.