Greve dos professores da rede estadual é encerrada

836

O Cpers/Sindicato dá trégua, a partir desta semana, na greve definida para as escolas estaduais no último dia oito de dezembro.

A entidade justifica que a greve foi instituída contra o pacote de projetos de reformas do governo Sartori mandado à Assembleia Legislativa, mas como o governo interrompe a apreciação das matérias, não há razão para a greve continuar.

Pelo menos 14 projetos – metade do total – ainda tem de ser votada, mas deve acontecer depois de fevereiro. Em São Borja, o núcleo do Cpers segue com as atividades de rotina, enquanto nas escolas estaduais o trabalho é de finalização do ano letivo.