Fraturas em tempos de pandemia

60

Para o traumatologista Everton Rigo, que é craque no assunto, a pandemia do coronavírus o que mais afeta nesta fase nas pessoas tem sido o diagnóstico de fraturas, especialmente em idosos.

Estudioso no assunto, pois segundo o médico, são eles que no seu entender deveriam ser tratados e em alguns casos operados precocemente. E quando isso não acontece, diz ele, o tempo de retorno a andar e se tornar dependentes de terceiros aumenta, o que pode muito bem ser evitado.