Banco de Sangue do Hospital Ivan Goulart precisa de doadores e convida comunidade para doar

43

Estoque sanguíneo do hemocentro é abaixo do esperado para o município.

Todos os anos são feitas campanhas para incentivar a doação de sangue em todo o país. Em São Borja, o banco de sangue do Hospital Ivan Goulart faz diversas parcerias com o setor público e privado, a fim de manter seu estoque de doações que podem salvar muitas vidas. Segundo a coordenadora do hemocentro do HIG, Roselaine Maag, os tipos de sangue que sempre estão em falta e são mais difíceis de manter, são os O+ e O-. Já o A+ é o tipo sanguíneo com maior abundância no banco do hospital. O ano de 2020 ficou bem abaixo do normal de outros anos, devido à pandemia e falta de doadores.
A última campanha de doação feita na cidade, foi em parceria com o 2º Regimento João Manoel. Conforme a coordenadora, é preciso que mais entidades e a comunidade em geral abracem a causa e sejam doadores. Para quem já é doador e tem por hábito realizar a ação, são aptos pessoas de 18 a 69 anos. Já para quem fará a primeira doação, é dos 18 aos 60 anos. Jovens de 16 aos 18 anos também são aptos, porém, precisam da presença dos pais ou responsáveis.

Para doar, é necessário pesar no mínimo 50kgs e estar com a saúde em dia, além de não apresentar sintomas de fraqueza, febre, gripe e demais sintomas de alguma doença. O hemocentro de São Borja atende de segunda à sexta, das 8h às 11h30 e das 14h às 17h30.