A partir de segunda-feira estarão abertas as inscrições para o 1º Festival de Música Fandangueira

30

Administração Municipal confirma a realização de mais um evento cultural em São Borja reforçando o título consolidado em lei estadual, de Capital Gaúcha do Fandango. A nova iniciativa é o Festival de Música Fandangueira, cuja edição de estreia será em 27 de agosto, antecedendo a programação do Dia de Campo, que acontece no dia seguinte, 28 de agosto. Os dois eventos serão no Parque Esportivo General Vargas (Parcão), com entrada gratuita.

As inscrições para o festival estarão abertas de 25 de julho a 5 de agosto, diretamente na Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, em anexo ao Memorial João Goulart. Outra opção é a inscrição pelo e-mail da secretaria: smctel@saoborja.rs.gov.br

Na sua primeira edição, o festival será exclusivamente para compositores e intérpretes são-borjenses. Músicas fandangueiras inéditas de diversos ritmos como vaneirão, vaneira, rancheira, chamamé, bugio, milonga, xote e valsa devem ser apresentadas. O festival ainda terá show de intervalo com a Família Guedes.

Das composições inscritas, serão selecionadas 12 na etapa de triagem, para apresentação no palco do festival no dia 27 de agosto, a partir das 20h. Uma comissão de avaliadores indicará as três músicas a serem premiadas.

A música campeã receberá como premiação R$ 3 mil. O 2º lugar levará R$ 2 mil e a 3ª colocada ficará com R$ 1 mil. Em todos os casos também serão oferecidos troféus.

Além disso, a Música Mais Popular receberá R$ 1 mil, o Melhor Intérprete e o Melhor Instrumentista ganharão R$ 500,00 cada um. Todos também receberão troféus.

A Secretária de Cultura, Vânia Alves Cardoso, ressalta que a participação apenas de músicos e compositores locais visa mais uma vez possibilitar apoio financeiro aos artistas da cidade. O argumento é que a categoria enfrenta dificuldades em função da pandemia, que inviabiliza a maioria das atividades de rotina.

O Prefeito Eduardo Bonotto ressalta que o destaque estadual de São Borja como Capital Gaúcha do Fandango abre amplas possibilidades para eventos culturais como o festival e para a atração de visitantes. O prefeito lembra que o momento é de dificuldades, mas que o Poder Público está fazendo o possível para não privar a comunidade e os visitantes do rico e eclético potencial artístico-cultural que a cidade possui.

“A expectativa é que nos próximos anos possamos aprimorar este e os demais eventos e ainda promover outras atividades complementares”, projeta o Prefeito.

Texto e foto: DECOM PMSB