50º Concurso Regional de Músicas para o Carnaval Apparício Silva Rillo – Final

2145
Fotos: Louise Dobal

Um cenário iluminado por um luar poético foi perfeito para celebrar os 50 anos do concurso Regional de Músicas para o carnaval Apparício Silva Rillo, no cais do Porto. Um público atento viveu um clima animadíssimo ditado pelas apresentações de Marchas e Sambas que subiram ao palco, enaltecendo talento e criatividade.

A Iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Events foram positivos. Os 50 anos comemorativos ao festival não param por ai, pois durante todo o ano irão acontecer grandes momentos alusivos ao concurso, como é o caso do lançamento do CD especial. Nesta histórica edição, os grandes vencedores foram:

Categoria Marcha
1º lugar também em letra Obras de Apparício – “O Menestrel” de autoria de José Norivaldo Tavares na interpretação de Roberto Durão com o Grupo K – Dência.
2º lugar – Escrito nas Estrelas de Leonardo Silva da Cruz na interpretação de Leonardo Valle com o Grupo Gente da Noite.
3º lugar – A lua e o Seresteiro de Jones Martins na interpretação de Leandro Farias com o Grupo Musiviola.

Os sambas da noite
1º lugar – Nessa categoria alusiva ao cinquentenário do Concurso Regional de Músicas coube ao samba A Meio Século de autoria do consagrado letrista Rodrigo Bauer, na interpretação de Márcio trindade com o Grupo Unidos do Luar.

2º lugar – Destacou-se Eterno Apparício de autoria de José Mário Benites Barbosa interpretada por Matheus Meireles com o grupo Água na Boca.
3º lugar – A Voz do Povo de Vantuir Cáceres interpretada por Eduardo paz com o Grupo.

DESTAQUES

O Concurso Regional de Músicas também premiou escolhida pelo público a música mais popular de autoria de Roberto Durão, Pulo do Gato com acompanhamento do grupo Confete e Serpentina. Cátio Medeiros foi eleito o melhor instrumentista enquanto Mateus Meirelles foi escolhido o melhor interprete do 50º Concurso regional de Músicas para o Carnaval Apparício Silva Rillo.