Sindicato Rural se posiciona sobre alta nos Custos de Produção

45

Embora tenha registrado queda de 0,86% no mês de dezembro, principalmente impactado pela queda no preço do diesel, o IICP (Índice de Inflação dos Custos de Produção) fechou 2018 com alta de 9,87%.

O presidente do Sindicato Rural de São Borja, Rodrigo Bauer, diz que isso mostra como os produtores rurais ainda estão sendo prejudicados e sofrem com os altos custos da agropecuária. A variação reflete, especialmente, nos preços dos fertilizantes, conforme informa o relatório dos Índices de Inflação, divulgado pelo Sistema Farsul.

Apesar da alta cambial, os principais grãos sofreram desvalorização no mercado internacional em virtude da expectativa de maiores estoques mundiais para a próxima safra. Entretanto, o acumulado do ano apresentou uma valorização de 14,48%.

“Nós, como entidade, estamos permanentemente mobilizados e acompanhando essa questão. Precisamos buscar alternativas de redução dos custos”, fala Bauer.

No início de 2019 o Sindicato Rural realizou uma reunião com o senador Luis Carlos Heinze (Progressistas) onde a questão foi debatida.