Se queres ser amado, não ames.

176

Se queres ser amado, não ames. Não ames o amor mesquinho que não aguenta o ato de ser amado. Não ames a limitação do não se entregar ao amor por inteiro. Não ames a vassalagem do amor feudal e explorador. Não ames a miséria das migalhas do amor que não concebe a riqueza do banquete de amar. Não ames a escuridão do amor que não brilha nos amorosos amanheceres da vida.

Se queres ser amado. Ames antes.

Antes mesmo de amar aquele amor que te amará, manifeste o amor que tu tanto desejas para amar.

O perfume da flor não vem de outras flores, ele emana de sua própria essência. Sua beleza germina de suas próprias moléculas e, quando desabrochada, embeleza a magia do seu exuberante jardim.

Similarmente, o amor jorra seus néctares de sua própria fonte, a qual é intrínseca a existência individual e, por constantemente emanar amorosos líquidos, a sua essência tem o indelével poder de irrigar amorosamente os caminhos por onde passas.

Da mesma maneira, ao amar o amor que ama sua própria manifestação, o amor também ama aquela amada, pelo qual ele deseja ser amado.

Então, se queres ser amado, Ames antes, agora e sempre, pois você é o amor.

Clique no link para a versão áudio, que está disponível no Youtube.   https://www.youtube.com/watch?v=0_VmWpeW9H8&t=4s&index=57&list=PL5TdUsHlc8pPNSXBXWJxumsufjBTfG7fD