São Borja é representada na 5ª Feira e Congresso Intersolar South America

395

São Borja esteve representada na 5ª Feira e Congresso Intersolar South America, a principal plataforma de promoção das tecnologias solares na América do Sul. O empresário Gilberto Parcianello, diretor da empresa Parceria Solar, conferiu de perto todas às novidades do setor.

Durante três dias, 220 expositores internacionais apresentaram as últimas novidades a especialistas, investidores e planejadores. Foram mais de 12.000 visitantes de 47 países.

Parcianelo diz que no evento foram apresentadas a completa cadeia de valor do setor fotovoltaico e termossolar, de células e módulos FV a equilíbrio de sistemas, componentes, rastreamento, até aplicações e distribuidores. Ele diz que hoje São Borja conta com a possiblidade de acesso à todas essas tecnologias, devido do trabalho que a Parceria Solar vem desenvolvendo.

O empresário são-borjense foi acompanhado pelo também diretor da Parceria Solar, Rodrigo Corrêa, além da Engenheira Amanda Gressler e o comercial Marcelo Finger.

“A tendência de ampliação desses serviços é cada vez mais ampliada. As linhas de crédito estão muito acessíveis e hoje todos podem economizar e contribuir com o planeta através de um sistema de energia solar”, fala Parcianello.

Ampliação no país

A geração de energia por meio de usinas particulares, falando especificamente em nossa região poderia atender além de residencias, inúmeras empresas, estabelecimentos comerciais, na área rural levantes elétricos, pivô central, silos e secadores de grãos.

Isso indica uma tendência nacional pelo investimento em geração de energias renováveis, que leva ao barateamento de equipamentos e à abertura de linhas de crédito que favorecem também os consumidores residenciais ou empresariais, para que passem a considerar o sistema de microgeração como projeto de economia e sustentabilidade.

Tanto que a recuperação do investimento já caiu para menos de 3,50 anos em 18 capitais do País. O indicador, divulgado na última quarta-feira (22), leva em consideração a tarifa de cada local e a economia gerada pelo uso de painéis fotovoltaicos.

No País, segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), de junho de 2013 a junho deste ano, o número de conexões de microgeração subiu de 23 mil para 30,9 mil, das quais 99% com tecnologia solar.