Políticas públicas ambientais apresentaram retrocesso diz ambientalista são-borjense

149

O ambientalista Darci Bergman diz que nos últimos anos as legislações do setor evoluíram, porém, as políticas públicas ambientais apresentaram retrocesso. Ele justifica dizendo que existe, por exemplo, a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, criada em 2010, mas que na prática não é fiscalizada.

Hoje muitas empresas ainda produzem produtos que não são retornáveis, o que vai contra ao que está previsto na logística reversa. Para exemplificar, o ambientalista cita as garrafas long neck, que são enviadas aos aterros sanitários e demoram muitos anos para apresentarem uma decomposição.

A falta de uma fiscalização efetiva é motivo desse descumprimento da legislação. Apesar disso, Bergman acredita que a educação ambiental aumentou principalmente nas escolas, onde as crianças recebem mais informações sobre coleta seletiva, reciclagem, entre outros assuntos.

O que falta é a colocação em prática dessas informações. Como hoje o município não oferece a coleta seletiva, o ambientalista explica que os cidadãos não se motivam a separar corretamente o lixo.