Hortigranjeiros ficam mais caros devido ao excesso de chuvas nos últimos meses

191

Os prejuízos do excesso de chuvas e enchentes, a partir de maio, se espalham pelo Estado, afetam a colheita de soja. Santa Rosa – um dos maiores polos de produção no Rio Grande do Sul – é uma das regiões mais castigadas, com produtores perdendo cem por cento das lavouras mais do tarde.

As perdas se referem principalmente em relação à chamada safrinha de soja, que teve semeadura em janeiro. Outro reflexo da chuvarada diz respeito ao aumento nos preços de hortigranjeiros que chegam ao consumidor.

Um exemplar de alface, que custava, em média, 58 centavos no Estado, aumentou o custo para até um R$ 1,50. Já um molho de couve, comprado antes a 67 centavos, subiu para R$ 1,25.

Outra consequência é que, na maioria dos casos, é menor a oferta e a qualidade dos produtos.