Arquitetando

39

Este recanto de encantos em lugares
Estas casas e construções nomeados lares
Estar aqui é o mesmo que não estar lá
Ou será que poderíamos viver no todo
Mesmo que estivéssemos apenas neste recanto?

E neste aqui, também estamos no agora
Despedidos que fomos, memórias de outrora
Distantes do amanhã, desconhecida aurora
Ou será que poderíamos ser atemporais
Mesmo neste minuto, neste momento, neste lugar?

E, neste aqui e agora, plenamente eu
Mas o eu, não é os outros, seres distintos
Nem eles são o eu, societal labirinto
Ou será que poderíamos ser ubíquos
Em todos os momentos, em todos os lugares, todos nós?

Quem sabe na unidade do momento
Na irmandade do presente
E na imagem e semelhança
De nossas veneráveis esperanças
Encontremos a chave
Onde o ancião e a criança
Onde o sonho futuro e a lembrança
Se encontrem todos no agora, em todos os lugares, existencial aliança.

(Tadany – 04 05 14)